Friday, May 29, 2009

sasquatch



Cheguei por volta de meio dia da segunda feira, ultimo dia do festival. Calor do cão. E como me acostumei às amenas temperaturas de Seattle, logo de cara, o bafo não me fez muito bem.
Ok. Quando me deparei com o Main Stage, aquela vista, uma arquibancada de grama na qual eu podia deitar e ainda assim ver o show e algum vento de vez em quando, perdi qualquer vontade de conhecer as bandas dos outros palcos. Sem dó.
E com aquele sol todo, derretendo na grama, sinceramente deerhunter e grizzly bear (esta que era uma das coisas que eu mais queria ver) não me comoveram. Comecei a desconfiar do lugar que eu estava deitada, mas nada o suficiente (nem perto disso) pra me fazer levantar e ir lá pra baixo.



Santigold, ao contrário das minhas expectativas (ou a falta delas), fez um show bacana. Talvez pelo simples fato do som dela combinar mais com aquele clima (clima que não estava fazendo bem nem pra própria Santigold que comentou "tenho um conselho pra quem for dançarina ou cantora, nunca coma burger king antes de se apresentar". Eu comi wendys, tb não deu certo). O show serviu pra desgrudar as costas da grama e deu forças pra dar uma volta quando o Gogol Bordelo começou (assisti no Tim ano passado e não foi nada que me fizesse desperdiçar alguns minutos de sombra, fora que pra esse show é necessário muita energia, coisa que eu não tinha).
Voltei pro show do Fleet Floxes depois de meia hora de sombra e água fresca. Dormi. Sonhei. Não deu. Eu tentei muito com esses caras, eles até mandam bem ao vivo, mas eu acho muito chato. Pronto, é isso, falei. Sabe quando você tenta muito ouvir um CD pra entender porque é tão bem falado? Próximo.
O show do Silversum Pickups começou com a música que eu mais gosto deles (fiz um video, mas resolverm acender um beck na minha frente e eu não vou postar), junto com um certo vento que não ajudou o som em nada, só me ajudou, por isso, mesmo confirmando que o som não estava bom do lugar que eu estava desde o início, resolvi continuar ali, sem ouvir nada direito, tudo misturado.
Já as 7 da noite, com o tempo colaborando (mas não esqueça que o sol vai até as 10), fui pro outro palco ver Girl Talk. Muito legal, muito animado, muito divertido, mas mashup é algo que não consigo ouvir mais de 4 musicas.



Voltei pra Erykah Badu, que depois de meia hora de atraso, entrou com uma musica boa (inclusive com o mesmo discurso inicial do video) e fui embora na terceira musica porque não curto muito.
Explosions in the Sky (que eu gosto muito do pouco que conheço) não dei muita sorte nos minutos que vi, já que tive que voltar pro show do Ben Harper* (entenda que 20 minutos de Explosions in The Sky é 1 música e meia e no caso não eram musicas que eu conhecesse/gostasse).
*Eu tive que voltar pro show do Ben Harper, porque mesmo não fazendo idéia do que o homem faz no momento, o Iuri foi num show dele em 98 no Free Jazz e disse que foi um dos melhores shows que ele já viu (iuri gostar do show de um cara que tem musicas com menos de meia hora de duração e que surgiu depois da década de 70, merece muita atenção). Então lá fomos nós.



Eu nas ultimas, com uma dor de barriga dos infernos, podre, sem saber se ficar sentada ou em pé era melhor, esperando o show começar, dessa vez lá da frente, em pé. E...atraso. Muito atraso. E quando você quer assistir uma coisa, mas não vê a hora dela acabar pra ir embora, não interessa se foram 20 ou 40 minutos, pra mim pareceu uma eternidade, pensei umas 5 vezes em ir embora e desisti (a essa altura já tinha começado o dj set do chromeo, mas era só um dj set então f...).
Começou. Ben Harper e essa banda Renteless 7. A banda tocava muito. Todos. Mas ainda assim não aguentei até o final.
Indo embora passei pela tenda que tava rolando o set do Chromeo, peguei a ultima musica "momma's boy" (crua como se estivesse ouvindo o cd), vi que não tinha perdido muita coisa e fui embora feliz (em outras situações talvez tivesse adorado mesmo assim, adoro esse cd).
No estacionamento ouvi isso.

Voltei com a dúvida se tinha perdido outros shows bons porque vi tudo lá de cima, mas enfim, acontece...
Balanço final do Sasquatch: pelas reviews pode parecer que não foi muito bom, mas ainda valeu muito a pena. Assitir 1 show bom que seja hoje dia ta cada vez mais dificil e eu não crio mais muitas expectativas em mini shows de 40 minutos das bandas hypes do momento, o que vier de bom é lucro.
O lugar é sensacional e ainda deu pra um bronze.
Mas boa mesmo foi a viagem que veio depois...

2 comments:

  1. tb acho fleet mucho chaaaaaaato!!!

    ReplyDelete
  2. ai é a bel, o login do namô q ta conectado!

    ReplyDelete